ALERGIA: Como saber se o meu cachorro tem alergia?

06/05/2015

Aqui você vai saber o que é alergia, como descobrir se o seu cachorro está com alergia, saber se o seu cachorro é alérgico, se é possível controlar essa alergia e o tratamento da alergia do cachorro.

 

Provavelmente você conhece alguém que tem um cachorro que é alérgico a alguma coisa. E se você está lendo este texto, é porque o seu cachorro também deve ser alérgico, certo? Isto não é por acaso. As alergias estão entre as doenças mais comuns no mundo tanto em nós, quanto em nossos animais de estimação.

 

Você sabia?

 

Atualmente os problemas de pele com maior número de atendimentos dermatológicos em clínicas veterinárias são as alergias, sendo sempre desencadeadas nos primeiros anos de vida do animal. Pode ser causado por uma infinidade de fatores ambientais e substâncias presentes nos alimentos, bem como por parasitas (pulgas, carrapatos...).

 

Mas afinal, o que são essas doenças alérgicas?

 

As doenças alérgicas, conhecidas como dermatopatias alérgicas, constituem um grupo de doenças de pele que desenvolvem hipersensibilidades nos cachorros. Ou seja, enquanto um animal normal, sem ser alérgico, pode ser picado por uma pulga e o máximo que o organismo dele vai fazer é ficar um pouquinho vermelho (igual quando somos picados por mosquitos), o organismo de um cachorro alérgico à picada de pulga, vai ter uma reação muito mais intensa, ficando bastante inflamado e com uma coceira exagerada.

 

A dermatite alérgica é uma reação do sistema imunológico do animal quando entra em contato com alguma substância que seu corpo identifica como não própria, disparando uma resposta inflamatória intensa na pele.

 

Elas são divididas em três doenças, que representam também as causas das alergias. De maneira geral, a Dermatite Alérgica à Picadas de Ectoparasitas (DAPE) é a mais comum, seguida da Dermatite Atópica e da Hipersensibilidade Alimentar.

 

Como eu sei que o meu cachorro está com alergia?

 

Os animais alérgicos costumam apresentar bastante coceira (prurido), vermelhidão em vários locais do corpo e lambedura de patas. Para piorar a situação desses cachorros, normalmente a pele também está com infecções secundárias, e com isso, apresentam feridas, quedas de pelos e odor desagradável. Um animal em crise pode apresentar infecções bacterianas e fúngicas na pele, além de uma intensa coceira e inflamação. As infecções podem ser muito irritantes, piorando os sinais clínicos da alergia.

 

A remoção da crise alérgica em seu animal é a etapa mais importante para qualquer iniciativa de controle e identificação da alergia.

 

Tá, mas como eu sei a que o meu cachorro é alérgico? É possível controlar isso?

 

O segredo para o controle da dermatite alérgica é a identificação e controle das causas, o que normalmente se faz pela correta exclusão das doenças alérgicas mais comuns, além da realização de exames diagnósticos mais específicos, como a histopatologia da pele e testes alérgicos dérmicos ou triagens alimentares. Para isso, é fundamental que você leve seu cachorro a um médico veterinário especialista em dermatologia (doenças de pele), onde ele será avaliado clinicamente e fará exames complementares para tentar descobrir a causa alérgica do seu cachorro, lembrando que pode ser um processo complexo que requer tempo e paciência.

 

E como é o tratamento? Tem cura?

 

O tratamento é feito normalmente com o uso de medicações orais e tópicas (antibióticos, antifúngicos, anti-histamínicos, xampus, loções), que podem ajudar a reduzir, controlar e prevenir as crises alérgicas. Um adequado plano diagnóstico e terapêutico, realizado pelo médico veterinário, é fundamental aos pacientes alérgicos. Quanto mais eficiente for a identificação e o controle das alergias, menos problemas teremos com as crises alérgicas.

 

Atualmente as dermatopatias alérgicas não têm uma cura definitiva, mas ela pode ser controlada. A recompensa de um controle bem sucedido é proporcionar uma vida mais confortável e saudável ao seu animal de estimação.

 

Importante! Nem todas as coceiras, queda de pelos e pele avermelhada são um processo alérgico. Existem várias outras doenças de pele que apresentam o mesmo quadro clínico. Por isso é imprescindível que se o seu cachorro está apresentando alguns desses sintomas, que o leve a um médico veterinário para o correto diagnóstico!

 

 

Mv. MSc. Raphael Rocha CRMV-RJ 10436

Dermatólogo Veterinário

 

 

 

Facebook: Raphael Rocha - Dermatologia e Alergologia Veterinária

TEXTO ORIGINALMENTE ESCRITO NO SITE: DICAS BOAS PRA CACHORRO

www.dicasboaspracachorro.com.br

 

Please reload

Posts

Como explicar os cuidados e controles dos pacientes com Dermatopatias alérgicas (DA) aos seus proprietários?

February 1, 2016

1/3
Please reload

Posts Recentes

08/12/2015

Please reload

Arquivo
Please reload

Siga....
  • Facebook Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now