Como explicar os cuidados e controles dos pacientes com Dermatopatias alérgicas (DA) aos seus propri


As DA são os agravos mais comuns dentro da dermatologia veterinária, e muitos veterinários apresentam dificuldades para abordar e explicar aos seus clientes uma melhor estratégia de manutenção ao longo prazo dos seus pacientes. Para resolver este problema, tentarei descrever alguns pontos importantes para melhorar a discussão desse tema com os proprietários.

1. Doenças alérgicas não tem cura, mas sim controle. O seu objetivo como veterinário é proporcionar uma vida mais confortável e saudável ao seu paciente. 2. Qualquer medida de controle necessita de tempo e paciência. Informe ao proprietário todo seu plano diagnóstico e tente lidar com a sua frustração e ansiedade ao longo desse processo. 3. Estabeleça expectativas apropriadas e realistas ao seu cliente, descrevendo as opções terapêuticas mais adequadas e viáveis a sua condição financeira. 4. Ensine ao proprietário como ocorre, quais os sinais clínicos ou como controlar possíveis recidivas das DA. Lembre-se, o sucesso do seu controle terapêutico depende da capacidade de resolução dos seus clientes. O proprietário é um membro fundamental da sua equipe.



5. Escute seu cliente, deixe ele expor suas dúvidas, incertezas ou frustrações ao longo do período de controle da doença alérgica. Ficar bem informado e enfrentar estes momentos difíceis são importantes para sua formação clínica. 6. Estabeleça um vínculo com seu cliente, uma boa comunicação irá melhorar o entendimento e a confiança em seu trabalho.



Mv. MSc. Raphael Rocha CRMV-RJ 10436 Dermatologia e Alergologia Veterinária

Facebook: Raphael Rocha - Dermatologia e Alergologia Veterinária

Posts
Posts Recentes